Tragédia no Ano-Novo

Ajude as vítimas de Angra dos Reis

Ùltimas informações apontam 41 mortos e 842 desabrigados; Prefeitura está recebendo donativos


Equipes de resgate realizam buscas no Morro da Carioca, no Centro da cidade
Foto: Wilton Júnior/AE

O ano de 2010 iniciou-se com uma grande tragédia: na madrugada do dia 1º, por volta das 3h, após três dias de chuva constante no Estado, diversos moradores e turistas afirmam ter ouvido um forte estrondo, seguido de queda no fornecimento de energia elétrica, em Angra dos Reis. Pouco tempo depois, uma das paisagens mais bonitas do mundo estava entre escombros. Vários deslizamentos de terra soterraram casas, pousadas e interditaram estradas em diferentes pontos da cidade turística. O número de mortos ainda está sendo contabilizado, a medida que os corpos são encontrados.


Destruição na Ilha Grande, em Angra
Imagem: Patrícia Kappen/G1

A Rodovia Rio-Santos está totalmente interditada, na altura de Sapinhatuba, por causa de uma fenda de 30 metros de comprimento, que não para de aumentar na largura, e pode causar a queda da estrada. Até a 0h de hoje foram resgatados 41 corpos na cidade e cerca de 860 pessoas estão desabrigadas. E a catástrofe pode ser maior, se os deslizamentos continuarem.


Cratera aberta  na Rodovia Rio Santos, na altura de Sapinhatuba
 Imagem: Patrícia Kappen/G1

Segundo matéria publicada no jornal O GLOBO, a prefeitura de Angra dos Reis está recebendo doações de alimentos-não pereciveis, roupas e cobertores no Colégio Estadual Dr. Artur Vargas (Rua:Coronel Carvalho, nº 230, Centro, Angra dos Reis). O único pedido é que os donativos sejam identificados para facilitar o trabalho de distribuição.


O Colégio Estadual Dr. Artur Vargas está recebendo as doações para as vítimas da tragédia

Imagem: Google Maps

Acompanhe todas as notícias pelo G1 e pelo O GLOBO online.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!