Programação/ Exposição


Museu Imperial completa 70 anos

O museu guarda móveis, coroas e objetos que pertenceram a família real portuguesa

Imagem: Autoria Desconhecida

O Museu Imperial de Petrópolis comemora, nesta segunda-feira (29), 70 anos de existência e quem ganha o presente somos nós, com a digitalização de todo o acervo presente no local. O projeto deve demorar mais de dez anos para ficar pronto, mas as pessoas já podem conferir parte dele, daqui a dois dias, com a exibição de duas coleções no local.
“O projeto vai levar mais de uma década para ser concluído. Mas o público já poderá desfrutar de informações a partir de segunda-feira, quando disponibilizaremos duas coleções: a do Visconde de Itaboraí, Joaquim José Rodrigues Torres (1802- 1872), e a coleção Carlos Gomes, doada pela filha do compositor, Ítala Vaz de Carvalho”, adiantou o diretor do Museu, o historiador Maurício Vicente Ferreira Júnior, em entrevista ao jornal O Dia.
A realização do Sarau Imperial, com aulas de história, música e poesia, e o lançamento dos livros "Almanaque de Petrópolis — O Palácio Imperial", de Regina Helena de Castro Rezende e Cátia Maria Souza de Vasconcelos Vianna, e "Caderno de Conservação – Coleção Chapéus", de Eliane Marchesini Zanatta, também, fazem parte das comemorações.

Quem estiver interessado em prestigiar a mostra após a abertura pode ir ao museu de terça a domingo, das 11 às 18h. Menores de 7 anos e maiores de 80 tem entrada franca. Adultos pagam R$ 8. Estudantes, maiores de 60 anos e professores têm direito a meia-entrada. 

O Museu, que começou a ser construído em 1845, era o palácio de verão de D. Pedro II. Lá podemos encontrar móveis, objetos, coroas, cetros e obras de arte que pertenceram à Família Real Portuguesa durante a época em que o Brasil viveu no regime monárquico.

O Museu Imperial fica em Petropólis: Rua da Imperatriz, n° 220

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!