Curiosidades

Afinal o que é cultura?

por chandra santos

Coca-Cola: o 'american way of life' foi implementado no Brasil a partir de 1950
Estamos rodeados por ela no cotidiano: comportamento, crenças, valores, instituições, regras morais, roupas, alimentação, diversão. Pense em quantas coisas podem ser enquadradas dentro do termo cultura sem nem notarmos. Desde a Coca-Cola que você bebe até as músicas francesas.

Festa Junina: manifestação popular tradicional no nordeste
Criado pelo antropólogo Edward Burnett Tylor, o termo 'cultura' denomina práticas e ações sociais que seguem um padrão em determinado local e período. Ou seja, é a identidade de um grupo humano: suas manifestações sociais, linguísticas, comportamentais e, claro, artísticas.

O professor emérito da UnB, Roque de Barros Laraia afirma em seu livro "Cultura: um conceito antropológico" (1986) que a cultura é mutável. Ou seja, ela sofre alterações à medida que conceitos de uma cultura A são confrontados com os de uma cultura B: alguns traços se perdem, outros se incluem. O ambiente e as transformações da consciência social também atuam sobre as mudanças culturais.

Cultura Popular

"Bumba meu boi": manifestação típica do norte do Brasil
De acordo com dados presentes na Wikipédia, a Cultura Popular ou Cultura Pop é a cultura do povo que existe na sociedade moderna e que tem o conteúdo determinado, em grande parte, pelas indústrias que disseminam o material cultural [cinema, televisão] e pelos meios de comunicação - a chamada "Cultura de Massa".

Cultura de Massa

Andy Warhol: obras surgem nos EUA (1950) como forma de constestação a sociedade de consumo
De acordo com dados presentes na Wikipédia:
"A cultura popular, em vez de ser recriminada por ser “de mau gosto” ou “de baixa qualidade”, é hoje deixada de lado quando usado o argumento mercadológico do “isto não vende mais” — depois de ser repetida até exaurir-se de qualquer significado ideológico ou político. (...) No contexto da indústria cultural — da qual a mídia é o maior porta-voz — são totalmente distintos e independentes os conceitos de “popular” e “popularizado”, já que o grau de difusão de um bem cultural não depende mais de sua classe de origem para ser aceito por outra. A grande alteração da cultura de massa foi transformar todos em consumidores que, dentro da lógica iluminista, são iguais e livres para consumir os produtos que desejarem. Dessa forma, pode haver o “popular” (i.e., produto de expressão genuína da cultura popular) que não seja popularizado (“que não venda bem”, na indústria cultural) e o “popularizado” que não seja popular (vende bem, mas é de origem elitista)."

Cultura Erudita

Música clássica: grandes mestres como Chopin são considerados eruditos
Ainda de acordo com a enciclopédia virtual:
"É a produção acadêmica centrada no sistema educacional, sobretudo na universidade. Trata-se de uma cultura produzida por uma minoria de intelectuais das mais diversas especialidades, e geralmente saídos dos segmentos superiores da classe média e da classe alta. A cultura erudita está ligada à elite, ou seja, está subordinada ao capital pelo fato de este fator viabilizar esta cultura. Esta exige estudo, pesquisa para se obter o conhecimento, portanto não é viavel a uma maioria, e sim a uma classe social que por sua vez possui condições para investir nesses aspectos e em fim obter o conhecimento.É uma cultura em que a sociedade valoriza como superior ou dominante. No entanto em termos sociológicos existe são grupos sociais que mantêm entre si relações de dominação e de subordinação."

>>> Próximo post: Etnocentrismo e Relativismo Cultural
Imagens: Reprodução de Internet
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!