Rio Antigo: Museu

Hoje: 75º Aniversário do Museu Nacional de Belas Artes


Embora criado oficialmente em 1937, o Museu remonta à chegada da família real portuguesa ao Rio de Janeiro em 1808. Não só porque o núcleo inicial da coleção de arte pertenceu a Dom João VI, mas porque Dom João fundou, em 1826, a Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios (atual EBA/UFRJ), que funcionou durante anos integrada ao Museu - que só foi transferido para o prédio atual no século XX, antes funcionava no prédio próprio da Escola Nacional de Belas Artes, demolido em 1938, localizado na atual Avenida Passos, Centro.

A Travessa do Sacramento é a atual Avenida Passos, localizada no Saara, Centro. Atualmente o pórtico  da Academia serve como Pórtico do Jardim Botânico do Rio de Janeiro | Imagem: Reprodução de Internet

A Escola Nacional é incorporada à UFRJ e aos poucos os cursos de arte se tranferem para a Ilha do Fundão e o acervo é divido entre as instituições: a maior parte da coleção artística permaneceu no Museu Nacional, enquanto documentos, obras de arte produzidas em atividades pedagógicas e a Coleção Jeronymo Ferreira das Neves (doada à Escola de Belas Artes em 1947) seguiram com a EBA, passando a constituir o Museu Dom João VI. Vale lembrar que isso aconteceu no período entre 1931 e 1965.



MNBA
Imagem: Chandra Santos

Em maio de 1973, o prédio foi tombado pelo IPHAN, o que não impediu que entrasse em completo estado de abandono na década de 1980. Após diversas reformas o Museu retornou a cena e, hoje, é o mais importante museu de arte brasileira do século XIX, um dos museus brasileiros mais afamados internacionalmente, e um dos maiores em seu gênero em toda a América do Sul. 

Possui mais de 6.733,84 m² de áreas de exposição, com 1.797,32 m² de reservas técnicas. Além de Departamento de Conservação e Restauração, com laboratórios para trabalhos de pintura e papel e uma Biblioteca especializada em artes plásticas dos séculos XIX e XX, reunindo obras raras e coleções de periódicos, monografias e catálogos de exposições. Documentos e fotografias que registram a história da instituição desde a Academia Imperial de Belas Artes também estão lá.

Quer saber mais? Clique aqui.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!