Programação/ Música


Bleffe inicia turnê na Lapa

A banda carioca Bleffe estreia a turnê em comemoração aos 10 anos de carreira no próximo dia 16, no Mofo, na Lapa, Rio de Janeiro (RJ). O repertório conta com releituras de grandes sucessos da MPB, Pop e Rock nacional e internacional e suas músicas autorais.Destaque para Djavan, Rita Lee, Lulu Santos, Barão Vermelho, Cássia Eller e Gonzaguinha.

Os ingressos custam R$25. Lista Amiga ou e-flyer: R$20,00

Pra entrar na lista amiga, envie e-mail com nome completo para contato@bleffe.com.br.


Não perca!

Censura: 18 anos

Programação/ Exposição


Por dentro do Museu Imperial


Palmeira será cortada e replantada no Museu Imperial*

*Texto: Assessoria de Imprensa do Museu

Uma das palmeiras do Museu Imperial/Ibram/MinC precisará ser retirada de forma a garantir a segurança dos visitantes. A árvore, que data da segunda metade do século XX, adoeceu em sua base e corre o risco de tombar.

A doença foi identificada por uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente, que elaborou um laudo justificando a necessidade de corte. A retirada será realizada pela Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) na próxima segunda-feira, dia 05 de março, a partir das 8h.

No lugar da palmeira, será plantada outra da mesma espécie, de forma a manter o equilíbrio do jardim do Museu Imperial. O plantio ocorrerá no dia 16 de março, às 15h, sendo parte das comemorações do Museu para o aniversário da cidade.

Programação/ Rio Antigo


Por dentro do Museu Imperial


Acervo do Museu Imperial faz parte de pesquisa para inventário de arte sacra*

*Texto: Assessoria de Imprensa do Museu

O Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), órgão da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, realiza atualmente um mapeamento dos acervos de arte sacra presentes na Região Serrana. Entre as instituições pesquisadas, encontra-se o Museu Imperial, onde a equipe responsável esteve esta semana realizando um levantamento do acervo.

O mapeamento do Inepac irá resultar em um novo volume do Inventário de Arte Sacra Fluminense, publicado em parceria com o Sesc-Rio. Serão lançados o terceiro e o quarto volumes em conjunto, contemplando as regiões Serrana, Centro Sul e Médio Paraíba. O primeiro e o segundo volumes, lançados em 2011, apresentaram acervos das baixadas litorâneas, do Norte e do Noroeste Fluminenses.

“Os inventários são a base de uma política cultural voltada para a proteção das coleções que compõem nosso patrimônio cultural. O recorte da arte sacra visa a combater o problema do tráfico de bens culturais e das intervenções e danos sofridos por estes objetos ao longo dos anos, muitos deles acobertados pelo esquecimento em porões e depósitos”, afirma o responsável pelo projeto, Rafael Fontenelle. “O inventário incentiva o desenvolvimento das pesquisas e nos municia de informações que ajudam na segurança destes bens registrados, além de possibilitar o mapeamento do estado de conservação das coleções de cada região do Rio de Janeiro”.

Ainda segundo Fontenelle, as coleções presentes no Museu Imperial possuem grande relevância para a pesquisa. “O acervo do Museu Imperial tem uma grande importância histórica e artística. Para conhecer a arte colonial da Região Serrana e adjacências, é ponto obrigatório tomar ciência desse precioso acervo, pois o mesmo agrega diversos objetos provenientes das antigas fazendas, monumentos e capelas da região. Além disso, em função de a cidade petropolitana ter abrigado a família real durante vários decênios do século XIX, muitos desses bens têm relevância nacional, enquanto documentos da vida eclesiástica e secular dos tempos do império”, declara.

Curso


Curso:Jazz e Cinema – Uma relação de amor e ódio
O melhor do cinema e do jazz poderá ser conferido no curso do especialista Roberto Muggiati sobre os grandes momentos do encontro dessas duas artes desenvolvidas no século 20. Apresentando as primeiras aproximações, passando pela era das big bands do Swing, e explorando as biografias cinematográficas dos grandes nomes do Jazz, o curso também abordará os documentários especializados e os chamados jazz-movies, retratos mais acurados do espírito e da cultura do gênero. A partir do dia 4 de abril às 19hs na Cinédia Cena Criativa.

Cinédia Cena Criativa
Rua Santa Cristina, n° 5 – Glória

Texto: Divulgação

Por dentro do Museu Imperial

Museu Imperial comemora o Dia Nacional da Música Clássica*

*Texto: Assessoria de Imprensa do Museu Imperial

O Museu Imperial/Ibram/MinC irá comemorar o Dia Nacional da Música Clássica (05 de março) em grande estilo. No dia 04 de março, domingo, a Orquestra da Universidade Católica de Petrópolis irá se apresentar no local, acompanhada pelo Coral e pelo conjunto Anima e Cuore da mesma universidade, sob regência do maestro Antônio Gastão.

É o quarto ano consecutivo que o Museu Imperial oferece um concerto para celebrar a data, instituída em 2009 em homenagem ao aniversário do maestro Heitor Villa-Lobos. Este ano, porém, o evento será ainda mais significativo, pois comemorará também os 90 anos da Semana de Arte Moderna de 1922, na qual Villa-Lobos teve importante participação.

Seguindo a tradição dos anos anteriores, o repertório dará destaque para Villa-Lobos, mas conterá também obras de Carlos Gomes e do maestro petropolitano César Guerra-Peixe, além de músicas de autoria do maestro Gastão.

O concerto ocorrerá às 16h na Sala da Batalha de Campo Grande, no Museu Imperial, com entrada franca. Interessados podem retirar os convites na bilheteria do Museu a partir do dia 28 de fevereiro, das 11h às 17h30.

Museu Imperial
Para mais informações, entre em contato pelo telefone (24) 2245-4668, pelo e-mail mimp.someluz@museus.gov.br ou acesse www.museuimperial.gov.br.


Os grupos musicais

Fundada em fevereiro de 1997, a Orquestra de Câmara da UCP é uma orquestra-escola, combinando músicos experientes com jovens recém-iniciados na prática instrumental. Dedicando-se principalmente à Música Sacra, possui em seu repertório clássicos de Mozart, Bach, Schubert, Purcell e outros, além de obras modernas de compositores brasileiros, como Cézar Guerra-Peixe, Carlos Cruz e Ernani Aguiar.

O Conjunto Anima e Cuore da UCP foi fundado em novembro de 1986 e já realizou centenas de apresentações, entre as quais festivais de inverno e a homenagem aos 200 anos do falecimento do compositor Wolfgang Amadeus Mozart, noConsulado da República Federal da Alemanha. Formado por alunos e ex-alunos bolsistas da universidade, o conjunto possui um repertório extenso e variado, incluindo desde peças de compositores anônimos do período medieval até os grandes mestres do período barroco.

Criado em 1976, o Coral da UCP dedica-se especialmente à Música Sacra. Já realizou diversas apresentações por todo o país, incluindo parcerias com a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Orquestra Petrobrás Pró-Música.

O maestro Gastão, diretor e regente dos grupos, é graduado em Composição pelo Conservatório Brasileiro de Música e teve sua formação musical aperfeiçoada sob a orientação de diversos professores. Gastão vem ainda contribuindo regularmente com a composição de trabalhos originais para a Orquestra UCP.

SERVIÇOS

IV Concerto do Dia Nacional da Música Clássica
Data: 04 de março de 2012 – 16h
Local: Sala da Batalha de Campo Grande – Museu Imperial
Ingressos: gratuitos, mediante retirada na bilheteria do Museu Imperial a partir de 28 de fevereiro, das 11h às 17h30
Informações: (24) 2245-4668 / mimp.someluz@museus.gov.br

Programação/ IMS


Programação/ Galeria


Oficina

Artes Visuais (Nova Iguaçu)

Conheça o Espaço Cultural Sylvio Monteiro*


*Texto: Tetê Oliveira

"Um casarão de dois andares chama a atenção de quem passa pela Rua Getúlio Vargas, em Nova Iguaçu. À primeira vista, pode ser apenas pela nada discreta cor de suas paredes amarelo, quase gema de ovo. Mas quem vai além das aparências, descobre muitas atrações num lugar privilegiado no Centro do município da Baixada Fluminense. 

Inaugurado em 2004, o Espaço Cultural Sylvio Monteiro reúne, em seus dois andares, galerias de arte e uma sala para oficinas educativas. E, num prédio anexo, um teatro e uma biblioteca. 

No térreo do casarão, fica uma exposição permanente de esculturas, em madeira, do artista Geraldo Marçal dos Reis, o Dadinho, e a Sala de Produção Educativa, onde ocorrem diversas oficinas, como as de argila, montagem de porta-retratos, da palavra (que estimula a pesquisa em dicionários). As atividades costumam ser agendadas e atrair, principalmente, grupos de alunos de escolas públicas e particulares, acompanhados por seus professores. 

No segundo andar, fora a pequena sala da administração do espaço, há uma maior para exposições itinerantes – que, dependendo do número de obras à mostra, também podem ocupar o hall, o térreo e até mesmo as varandas do casarão. 

Nos fundos do terreno, fica o prédio anexo. O teatro, que tem capacidade para 140 pessoas e funciona no térreo, já recebeu talentos como o sambista Monarco, o grupo teatral Nós do Morro, o duo cubano Chekerê e o cineasta Roberto Berliner. 

Por sua vez, a Biblioteca Municipal Central Cial Brito, que está instalada no terceiro andar do mesmo prédio, disponibiliza cerca de 15 mil livros para pesquisa e empréstimo à comunidade, além de ter um acervo multimídia. Também dispõe de uma sala especial para o público infantil, que foi inaugurada pelo escritor Ziraldo e recebeu o nome de “Menino Maluquinho” – todas as sextas-feiras, às 17h, o público é convidado a participar da atividade “Contação de Histórias”, com a participação de contadoras da própria biblioteca e voluntários do Espaço Municipal da Terceira Idade. A biblioteca ainda abriga uma unidade do projeto Telecentro Comunitário de Nova Iguaçu. Nos 10 computadores ali instalados, o público tem acesso gratuito à Internet para suas pesquisas. 

Defensor da arte popular na Baixada Fluminense, o ator, compositor, teatrólogo e animador cultural Sylvio Monteiro, já falecido, certamente aprovaria o espaço cultural que leva o seu nome." 

Cursos (RJ)


Galeria promove cursos de arte


O Estúdio ÖkO, na Barra da Tijuca (RJ), promove cursos na área de artes para adultos e crianças. Confira a relação abaixo. O custo é de R$ 180 mensais.

Outras informações por e-mail ou pelos telefones (21) 2494-9058 ou (21) 8272-1922

 ****

UMA NOVA HISTÓRIA DA ARTE
Com Mauro Trindade
Quartas das 17 as 19 hs.
Em seis módulos: apresenta a história da arte dentro de uma perspectiva contemporânea, 
e insere a arte em seu contexto sociocultural e importância no presente.
- Paleolítico e Neolítico; Deuses, sacerdotes e faraós; A Era Clássica e outras eras. 
- Bizâncio e Constantinopla; A Arte românica; Sob a cor dos vitrais. 
- O mundo da razão; O mundo como labirinto; O mundo como revelação. 
- Forma e poesis; A nova sensibilidade; O olho puro. 
- Vanguardas históricas; Cubismo, Futurismo, Construtivismo; Dadaísmo e Surrealismo 
- O expressionismo abstrato e o abstracionismo lírico; Pop, Minimalismo e Conceitual; 
O mundo contemporâneo.

 ****

INTRODUÇÃO A ARTE
(crianças e pré-adolescentes entre 8 a 14 anos)
Com Maria Costa
Março a junho
Com 4 Módulos, cada Módulo com 4 aulas, com a periodicidade de uma aula por semana, 
tendo cada aula 2:30 hs de duração. Terça ou quinta feiras.


Módulo I – Noções Básicas de Pintura 
Módulo II - Criatividade e Expressão 
Modulo III - Introdução de Diversos Materiais 
Modulo IV - Trabalho Individual para Exposição de final de Curso 
Exposição dos Trabalhos dos Alunos no Atelier onde o Curso é ministrado.

 ****
TRAJETÓRIA E AVALIAÇÃO 
Com Lia do Rio 
Segundas, quartas ou sextas, das 14 as 16:30, e quartas das 10 as 12:30 
Março a junho

Objetivo 
Levar o aluno a um campo de conhecimento que permita o desenvolvimento de seu trabalho individual. 
Apontar os inúmeros caminhos e linguagens possíveis de serem usados para a constituição dos trabalhos. 
Exercícios específicos que abram um campo de possibilidades para o desenvolvimento do processo. 
Vídeos, imagens, e leitura e textos que contenham esclarecimentos necessários a cada momento. 
- Avaliação do trabalho individual.

O Estúdio ÖkO fica no Cittá America: Av das Américas, 700, 204 F, Barra da Tijuca.

Programação/ Exposição (SP)



Exposição inédita sobre Marilyn Monroe desembarca em SP



A Cinemateca Brasileira, em São Paulo (SP), recebe a exposição "Quero Ser Marilyn Monroe!", entre 4 de março e 1º de abril. A mostra, que é exibida pela primeira vez no Brasil, celebra 50 anos da morte da diva do cinema. A exposição apresenta 125 obras de arte e filmes sobre a atriz. Entre as peças estão trabalhos de Andy Warhol, Allen Jones, Peter Blake e Henri Cartier-Bresson.

Em cartaz de segunda a sexta, de 9h até o fim da última sessão de cinema. E aos sábados e domingos, de 10h até o fim da última sessão de cinema.


A Cinemateca Brasileira fica na Vila Clementino: Lgo. Sen. Raul Cardoso, 207

Programação/ Shopping (SP)


O Pequeno Príncipe em SP

Imagem: Divulgação
O Shopping Iguatemi Alphaville, em Barueri (SP), recebe entre os dias 01 de março e 01 de abril, a mostra gratuita e interativa "O Pequeno Príncipe". Voltado para as crianças, o evento vai apresentar trechos marcantes do romance escrito por Antoine de Saint-Exupéry. Entre outras atrações.

Em cartaz de domingo a sexta, de 12h às 20h e aos sábados, de 10h às 20h.




O Shopping Iguatemi Alphaville fica em Barueri (SP): Al. Rio Negro, 111

Programação/ Museu

Até domingo: Oswald de Andrade em SP


Imagem: Divulgação
O Museu da Língua Portuguesa, no Centro de São Paulo, recebe até domingo (26) a exposição "Oswald de Andrade: O Culpado de Tudo", que apresenta, entre outros, painéis com textos de sua autoria, ilustrações e fotos sobre sua vida. 

Museu

Museu da Comunicação cria fã page no Facebook


O Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, acaba de criar sua fã page na rede social Facebook. Para curtir e ficar por dentro de tudo que acontece no local clique aqui

O Museu foi criado através de decreto em 10 de setembro de 1974 com a finalidade de guardar, preservar e difundir a memória dos meios de comunicação do estado do Rio Grande do Sul. Sua fundação foi resultado de uma campanha organizada pela Associação Rio-Grandense de Imprensa (ARI), sob a liderança dos jornalistas Alberto André e Sérgio Dillenburg.  Ele funciona em um prédio histórico, construído em 1922 para sediar o jornal republicano “A Federação”.

O órgão disponibiliza ao público um rico acervo, que engloba desde periódicos, fotografias, vídeos, filmes, discos, material de propaganda, até objetos e equipamentos ligados aos veículos de comunicação. 

Outras informações aqui.

Por dentro do Museu Imperial


Biblioteca infantil do Museu Imperial inicia atividades de 2012*


Em março, a biblioteca infantil do Museu Imperial/Ibram/MinC, Biblioteca Rocambole, realiza suas primeiras atividades educativas de 2012. Ao longo do mês, serão oferecidos eventos relacionados ao Dia Nacional da Música Clássica, Dia Nacional da Poesia, Dia dos Animais e Dia do Circo.

Em 08 de março, às 14h30 haverá “Hora do conto” celebrando o a música clássica, seguida de sensibilização musical e oficina criativa. Será realizada uma contação de história do livro “Villa-Lobos” (Coleção Crianças Famosas), de Nereide S. Santa Rosa, com introdução de algumas composições de autoria de Heitor Villa-Lobos e oficina a partir do contexto da obra literária.

Nos dias 14, 23 e 28, às 15h, será abordado o Dia dos Animais com a “Hora do conto”. Haverá leitura do livro “Campeões”, de Fiona Rempt, que conta a história de uma “Olimpíada” na floresta, e, em seguida, as crianças terão livre acesso às estantes da Rocambole para explorar seu acervo de livros e jogos.

Ainda em homenagem aos animais, no dia 15, às 14h30, haverá contação de história com a obra “A pequena tartaruga verde”, de A. J. Wood e Rachel Williams. Após a leitura, as crianças participação de uma oficina criativa em torno da principal personagem do livro: a encantadora e pequena tartaruga verde.

Em comemoração ao Dia Nacional de Poesia, no dia 22, às 14h30, será realizada Leitura dramatizada de algumas poesias da publicação “A arca de Noé”, de Vinicius de Moraes. Tendo como referência a obra, as crianças participarão ainda de uma oficina de criação de pequenos cadernos de poesia.

A última atividade do mês será no dia 29, às 14h30, em celebração do Dia do Circo. Após a contação do livro “Palhaço, Macaco, Passarinho”, de Eucanaã Ferraz, acontecerá uma oficina criativa com base na temática do circo e seu principal personagem: o palhaço.

Todas as atividades são gratuitas e destinadas a grupos escolares previamente agendados. As instituições interessadas podem realizar o agendamento junto ao setor de Educação do Museu Imperial, através do telefone (24) 2245-7735.

A Biblioteca Rocambole funciona de quarta a sexta-feira das 9h às 12h (leitura espontânea, consultas e empréstimos) e das 14h às 17h (atividades escolares agendadas). Seu acervo é composto de cerca de 350 obras, entre as quais livros, revistas, gibis, dicionários, atlas e DVDs.

A programação mensal de atividades da Biblioteca Rocambole e outras informações relativas ao seu funcionamento e acervo podem ser acessadas no Blog da Biblioteca: http://bibliotecarocambole.blogspot.com.

SERVIÇOS

Biblioteca Rocambole
Funcionamento: de quarta a sexta-feira, das 9h às 12h (consultas e empréstimos) e das 14h às 17h (atividades com grupos escolares agendados)
Local: Museu Imperial
Informações: (24) 2245-4182 / (24) 2245-4162
Agendamento para grupos escolares: (24) 2245-7735 (setor de Educação)

Museu Imperial/Ibram/MinC
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ

*Texto: Assessoria de Imprensa do Museu

Por dentro do Museu Imperial


Museu Imperial resgata memória do Carnaval*

*Texto: Assessoria de Imprensa do Museu

O Museu Imperial aproveita a proximidade do Carnaval para resgatar um pouco de sua história relacionada à festa. Em 1968, o Museu foi tema do desfile da escola de samba Unidos de São Carlos, atual Estácio de Sá. Com o enredo “Visita ao Museu Imperial”, a agremiação ficou em sétimo lugar no Grupo 1 (hoje Grupo Especial).

O samba enredo, de autoria de Jorge Canário e Wanderlei Caramba, fala sobre a beleza do Museu Imperial e de seu acervo, o que pode ser conferido ao se visitar o palácio.

“Foi muito interessante descobrir esse enredo realizado por uma das escolas mais tradicionais do Rio de Janeiro. E, assim como a escola de samba Estácio de Sá, convidamos todos a visitarem o Museu Imperial”, afirma o diretor do Museu, Maurício Vicente Ferreira Jr.

A música pode ser ouvida no site da escola de samba, no endereço: www.gresestaciodesa.com.br/sambas/oficial/estacio_1968.mp3.

Confira a letra completa:

Guardei a mais bela recordação
Promovida à inspiração ao ver
Uma obra monumental e neste samba,
Meu mensageiro feliz
Lembro a visita que fiz
Ao Museu Imperial e no conviver
De tanta beleza no requinte,
A riqueza, do majestoso cenário
Encerra passagem da nossa história
Todo o passado de glória
Deste exuberante relicário
Então, ergue sua voz o trovador
Para exaltar com muito amor
O rico manancial revive
Na singela melodia
O fausto da monarquia
Da família Imperial relembro
As jóias maravilhosas,
Carruagens majestosas,
O manto e a coroa do imperador
Os leques simplesmente divinais,
Pratarias e cristais,
Figuras e esculturas
De real valor assim
Enfeitiçando a imensidão
Embalando na canção
Vai o feliz trovador
Lalará, lalará, lalalará

Exposição virtual e programação

No Carnaval de 2011, o Museu Imperial também fez um resgate histórico e criou uma exposição virtual com fotografias, pinturas e objetos relacionados ao Carnaval em Petrópolis. A mostra ainda pode ser vista no sitewww.museuimperial.gov.br, no menu de exposições virtuais.

Em 2012, o Museu Imperial continua participando da festa e abrirá durante todo o Carnaval, inclusive segunda-feira. Contudo, devido à programação oficial da cidade, que acontece nas ruas ao redor do Museu, os horários serão diferenciados.

Na sexta-feira anterior, dia 17, o funcionamento será normal, das 11h às 18h. De sábado a terça-feira, a visitação acontecerá das 11h às 16h. E, na Quarta-Feira de Cinzas, o Museu estará fechado para manutenção (que, normalmente, ocorre às segundas). Ao longo do Carnaval, não haverá apresentação do Som e Luz para não haver conflito sonoro entre o espetáculo e a festa de rua. Na quinta seguinte, dia 23, o espetáculo será retomado normalmente, bem como a visitação.

SERVIÇOS

Museu Imperial/Ibram/MinC
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2245-5550 / (24) 2245-5560

Artes Visuais

Sobre o Centro Maria Teresa Vieira




Corre pelo Facebook  o link do vídeo ao lado que fala sobre um comunicado recebido pelo Centro Maria Teresa Vieira, localizado no Centro do Rio de Janeiro, pedindo a desocupação do imóvel. 

Segue abaixo a íntegra do texto publicado no perfil do Centro no Facebook:

"Das ruínas de um imóvel completamente destruido há 25 anos, a inauguração de um centro de arte repleto de vida, criatividade e solidariedade. O processo de implantação do Centro Maria Teresa Vieira em próprio municipal na Rua da Carioca, começou no início da década de 80 quando alunos, artistas, educadores e amigos de Maria Teresa começaram uma campanha para consegui um inóvel permanente para comtinuidade de seu projeto. Constataram que sua residência-oficina de arte não conseguia ficar mais do que cinco anos em um mesmo imóvel. Para viabilizar a continuidade da instituição, desde a década de 60, Mara Teresa alugava casas grandes que não estvessem em bom estado e pouco à pouco ia restaurando o imóvel, onde também residia com seus filhos no segundo andar e, no primeiro, desenvolvia cursos de artes visuais convidando artistas de várias linguagens.

"Quando os locatários viam as suas ruínas se transformarem numa linda casa, nos "pediam" para sair, e nós íamos morar, trabalhar e retaurar outra casa."

E foi assim, de um reconhecimento por 50 anos de artes e 46 anos de magistério de uma das pioneiras e mais ativas arte educadoras do Brasil, trabalhando pela arte ao alcance de todos, contribuindo com o desenvolvimento da educação inclusiva, da arte terapia e da inclusão social através da arte numa época que só havia assistencialismo, que nasceu essa parceria com a municipalidade, onde a prefeitura entrou com um imóvel em ruínas e a condição de um aluguel abaixo do mercado e Maria Teresa e sua instituição, do qual também sou sócio fundador, reconstruiu, restaurou e deu continuidade ao projeto, beneficiando milhares de crianças, jovens e adultos, além do pioneirismo na revitalização cultural da Rua da Carioca e Praça Tiradentes. 

Após o falecimento de Maria Teresa, o contrato que é público, expirou, e a instituição está há 14 anos sem contrato, porém com o apoio de vários setores representativos da sociedade, o Vereador Reimont Otoni, presidente da Frente Parlamentar pela Democratização da Cultura, da Cãmara Municipal, obteve em Julho de 2011, o apoio do prefeito Eduardo Paes à continuidade da instituição no local, bem como, a sua regularização com a assinatura de um novo contrato de locação.

Atualmente, em vias de assinar um novo contrato, esperamos, com o justo, legal e imprescindível amparo jurídico, continuar oferecendo a população atividades e atrações que dignifiquem as artes, os artistas e os estudantes.

Obrigado pelo apoio! (Arnaldo Vieira de Alencastre)"

Programação/ IMS


Por dentro do Museu Imperial


Som e Luz da sexta-feira de carnaval é cancelado no Museu Imperial*

*Texto: Assessoria do Museu


O Museu Imperial/Ibram/MinC informa que a apresentação do espetáculo Som e Luz que ocorreria na sexta-feira anterior ao carnaval, dia 17 de fevereiro, foi cancelada.

Segundo divulgado pela Prefeitura Municipal de Petrópolis, na data, haverá a abertura oficial do carnaval da cidade na Rua do Imperador, com início às 19h. Devido à proximidade com o Museu, a administração da instituição optou por cancelar o espetáculo para não haver conflito de som entre os dois eventos.

O espetáculo também não acontecerá no sábado (18), devido à programação do carnaval nas proximidades. Pelo mesmo motivo, o Museu abrirá em horários especiais de sábado a terça-feira, fechando às 16h.

Veja a programação do Museu Imperial no carnaval:

Sexta-feira, 17/02: visitação das 11h às 18h (visitas guiadas às 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h)
Sábado, 18/02: visitação das 11h às 16h (visitas guiadas às 11h, 12h, 13h, 14h e 15h)
Domingo, 19/02: visitação das 11h às 16h
Segunda-feira, 20/02: visitação das 11h às 16h
Terça-feira, 21/02: visitação das 11h às 16h
Quarta-feira, 22/02: Museu fechado para manutenção

Programação/ Cinema


Programação/ Artes Visuais


Por dentro do Museu Imperial

Museu Imperial permanecerá aberto no carnaval*


*Texto: Assessoria do Museu Imperial
O Museu Imperial/Ibram/MinC estará aberto à visitação durante o carnaval, inclusive na segunda-feira, mas com horários diferenciados. O objetivo é oferecer mais uma opção de lazer e cultura aos petropolitanos e turistas que visitarem a cidade.

Na sexta-feira, dia 17 de fevereiro, o funcionamento será normal, das 11h às 18h. À noite, às 20h, acontece o espetáculoSom e Luz, com ingressos a R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 5 (petropolitanos e moradores da cidade, mediante apresentação de documento comprobatório).

De sábado a terça-feira, a visitação será das 11h às 16h, com fechamento da bilheteria às 15h30. Nesses dias, não haverá apresentação do Som e Luz.

Já na Quarta-feira de Cinzas, o Museu estará fechado à visitação devido às atividades de manutenção e limpeza (que, normalmente, são realizadas às segundas-feiras).

Na sexta-feira (17) e no sábado (18), o público poderá contar ainda com visitas guiadas, já incluídas no valor do ingresso. Na sexta, o serviço estará disponível nos seguintes horários: 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h. Já no sábado, quando o palácio fechará mais cedo, não acontecerá a visita das 16h, sendo a última às 15h.

Mais informações sobre a programação do Museu Imperial aqui.
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2245-5550 / (24) 2245-5560

Programação/ Artes Visuais




ARTISTAS DA BAIXADA PARTICIPAM DA EXPOSIÇÃO VIRTUAL INTERATIVA “ARTISTAS DO CATÁLOGO 2011”*



*Texto e foto: Divulgação/Nossa Galeria de Arte

A utilização dos recursos tecnológicos é realidade nas mais diversas áreas e no segmento da arte não é diferente. O que antes era limitado entre paredes agora ganha o mundo! Com realização da Nossa Galeria de Arte, a exposição virtual interativa Artistas do Catálogo 2011 reúne 29 talentos que integraram o Catálogo Online da Nossa Galeria de Arte no ano de 2011. Acessando o site você verá 58 obras (pinturas, desenhos, esculturas, gravuras, fotografias e artes digitais) e conhecerá a trajetória de cada artista.

A exposição virtual interativa “Artistas do Catálogo 2011” apresenta também uma galeria em 3D. O ambiente virtual escolhido foi um palácio oriental, nele o internauta tem a sensação de estar andando pelos seus salões e jardim.

Participam da exposição virtual:

Ø  Adriana Nassar - São João de Meriti - RJ
Ø  AyReuter - Cuiabá - MT
Ø  CHJapp - São Paulo - SP
Ø  Clores Andrade Lage - Gov. Valadares - MG
Ø  Dilva Camargo - Porto Alegre - RS
Ø  Elda Evelina - Brasília - DF
Ø  Ernesto Duarte - Nova Iguaçu - RJ
Ø  Esterlita Salles - Porto Alegre - RS
Ø  Flavita Obino Boeckel - Brasília - DF
Ø  Gêovane Abreu - Belford Roxo - RJ
Ø  Graciette Moreira - São Paulo - SP
Ø  Heitor - Salvador - BA
Ø  J. Afonso - Xanxerê - SC
Ø  JL Almeida - São João de Meriti - RJ
Ø  Jorge D Licancabur - Itajaí - SC
Ø  Karla Bratfisch - Itatiba - SP
Ø  Lêda Watson - Brasília - DF
Ø  Magues Souza - São João de Meriti - RJ
Ø  Maria Avellar - Rio de Janeiro - RJ
Ø  Maria Inês - Uruana - GO
Ø  Marinice Costa - Curitiba - PR
Ø  Menedico - Camanducaia - MG
Ø  Rajmukara - Rio de Janeiro - RJ
Ø  Rosangela Carvalho - S. Joaquim da Barra - SP
Ø  Rosângela Vig - Sorocaba - SP
Ø  Sheyla Ataíde - Rio de Janeiro - RJ
Ø  Theophilo Rodrigues - Nova Iguaçu - RJ
Ø  Xanda Nascimento - São João de Meriti - RJ
Ø  Yiara Hillebrand - Brasília - DF




Serviço:
Exposição virtual ARTISTAS DO CATÁLOGO 2011
Período: Até 15 de abril de 2012

Programação/ Música

Programação/ Música


Programação/ Artes Visuais


Programação/ Fotografia

PALESTRAS EM MADUREIRA* 

O Curso de Fotografia da unidade Madureira Shopping da Universidade Estácio de Sá promove amanhã (09) e na sexta-feira (10) encontros com grandes profissionais da área. O evento acontece no auditório e é aberto ao público!

Confira a programação:



Quinta-feira - 9 de Fevereiro de 2012,  19h
Local: auditório 6◦ andar
Rômulo Correa – Documentarista, Professor da UFF.
Tema: “O Resgate do Carnaval de Rua do Rio de Janeiro”.
Fernando Souza – Repórter fotográfico do jornal O DIA, ex-Jornal do Brasil.

*****

Sexta-feira – 10 de Fevereiro de 2012, 19h
Local: auditório 6◦ andar
Douglas Shineidr – Repórter fotográfico do Jornal do Brasil, ex-colaborador da Futura Press e Agência Estado.
Tema: A cobertura do desabamento dos prédios no Centro do Rio.
- Os bastidores da redação de um grande jornal.
Painel: A cobertura fotográfica do Rock in Rio com a presença de Rafael Santos, Gláucio Burle, Michael Meneses, Efrain Fernandes (alunos e funcionários do Campus Madureira que trabalharam na cobertura)

A Universidade Estácio de Sá fica no Madureira Shopping: Estrada do Portela, 222 - 6◦ piso
Informações: 9207.5072 (Michael Meneses)

<<<<<<<>>>>>>>

Sobre o curso Graduação Tecnológica em Fotografia


O curso visa levar ao aluno um preparo técnico que lhe proporcione atuar nas mais diversas áreas da fotografia. Nele o estudante, dispõe de professores, extremamente qualificados e atuantes, no mercado profissional.

Alem do campo da tecnologia o conteúdo atinge um nível cultural altíssimo onde desde os primeiros períodos o aluno estuda história da arte, estética, composição, e manipulação de imagens.

Mercado de Trabalho >>>>> Estúdios fotográficos; empresas jornalísticas, cinematográficas e de TV; laboratórios especializados; centros de pesquisas, editoriais de moda e arquitetura.


*Texto: Divulgação

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!