Por dentro do Museu Imperial


Inauguração de exposição e outros eventos marcam o aniversário da cidade no Museu Imperial*

Museu Imperial

*Texto: Assessoria de Imprensa

Em comemoração aos aniversários de sua inauguração e da cidade de Petrópolis, o Museu Imperial realizou uma programação especial nesta sexta-feira, 16 de março. Além da entrada gratuita a todos os visitantes, foi realizada uma série de atividades.

Marcando o início das comemorações, o príncipe d. Pedro Carlos de Orleans e Bragança plantou uma palmeira do jardim do antigo Palácio Imperial de Petrópolis, hoje Museu Imperial, que pertenceu a seu tataravô, o imperador d. Pedro II. A presença de d. Pedro Carlos foi significativa porque, além de representar a família imperial, ele é engenheiro ambiental e possui uma organização não-governamental que atua em prol da preservação do meio ambiente.

 Em seguida, foi realizada a inauguração da exposição “Artistas italianos no Brasil Imperial”, que ficará aberta ao público até 05 de agosto. Com curadoria do diretor do Museu, Maurício Vicente Ferreira Jr., a mostra reúne pinturas, gravuras, joias, livros e outras peças do acervo do Museu.

No evento, estiveram presentes o diretor do Istituto Italiano di Cultura, Rubens Piovano, que representou o cônsul-geral da Itália, Mario Panaro; o professor Aniello Avella, da Universidade Tor Vergata de Roma; e representantes da Sociedade de Amigos do Museu Imperial.

“Essa exposição tem como objetivo apresentar ao público obras de artistas italianos que retrataram o Brasil no século XIX, tanto os que vieram ao país quanto os que o fizeram da Europa, bem como peças italianas que foram colecionadas por brasileiros no período. A mostra recebeu a chancela do consulado da Itália para fazer parte do Momento Itália-Brasil”, declarou  Maurício Vicente Ferreira Jr.

Rubens Piovano agradeceu ao Museu Imperial por realizar a exposição em homenagem à Itália. “Fiquei encantado com algumas das peças, como as aquarelas de Carlos Ferrario que compuseram o cenário da ópera O Guarany, de Carlos Gomes. A ópera foi apresentada pela primeira vez em Milão, na Itália, o que mostra uma relação cultural antiga entre os dois países”, afirmou.

A programação do Museu para o dia 16 de março conta ainda com duas apresentações gratuitas do espetáculo Som e Luz, às 20h e às 21h, além do lançamento do concurso de fotografias “Eu e meu museu”, oferecido pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM). Para participar, o candidato precisa tirar uma foto junto ao seu museu favorito e enviá-la ao ICOM até 22 de abril. O regulamento está presente no site http://network.icom.museum/imd2012/ (em inglês).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!