Lin Lima no Instituto Cultural Germânico


O artista plástico carioca Lin Lima convida para a abertura de sua exposição individual "Traços Efêmeros", na galeria do Instituto Cultural Germânico, no dia 27 de novembro. Com seu trabalho feito diretamente sobre as paredes do espaço, a instalação existirá somente durante o período da mostra. "É uma questão com a existência", diz Lin, que propõe a contemplação da impermanência das coisas, a consciência da transformação, dos ciclos e do desapego. O artista também levará uma série de fotografias, que serão destruídas no último dia da mostra. A exposição fica em cartaz até 12 de janeiro. 

Para tratar da transitoriedade da vida, Lin optou pela simplicidade do traço. Os trabalhos falam da disciplina, do gesto, de ritmo e simplicidade. Como descreveu Marisa Flórido, Lin cria ocos e expansões, abraçando a superfície com seus tentáculos: "[Seu traço] segue o ritmo das chegadas e partidas, das faltas e das escutas, das respirações e dos passos. Segue a obsessão das repetições para, quem sabe, inscrever em algum momento sua própria aparição, o traço de sua ausência, a escrita de sua existência. O horizonte (do mundo, da obra e de si) é a pele". 

Em 2012, Lin apresentou sua primeira individual, “Epidermes”, na Cosmocopa Arte Contemporânea, com curadoria de Marisa Flórido César. Em 2013 a Cosmocopa exibirá a segunda individual do artista na galeria. Formado em Pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Lin trabalhou no Museu de Arte Contemporânea de Niterói e foi assistente no ateliê Barbosa/Ricalde. 


Serviço:
"Traços Efêmeros", de Lin Lima
abertura: 27 de novembro, 19h
exposição: de 27 de dezembro a 12 de janeiro
Instituto Cultural Germânico
Avenida Sete de Setembro, 131 - Icaraí Niterói
telefone: 21 2714-0879

*Texto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!