Beuys, para onde nos leva?

"Libertar as pessoas é o objetivo da arte, portanto a arte para mim é a ciência da liberdade."

[Joseph Bueys]


Inaugurou neste sábado, 6 de abril, no Sesc Nova  Iguaçu a exposição Beuys, para onde nos leva? coordenada pelas artistas plásticas Marilou Winograd e Lúcia Avancini. A coletiva reúne obras de Alexandre Murucci, Augusto Herkenhoff, Claudia Lyrio, Lea Soibelman, Marcio Fonseca, Marco Antonio Portale, Osvaldo Carvalho, Ricardo Simões, entre outros. Os trabalhos refletem sobre a obra do alemão Joseph Beuys, considerado um dos mais influentes artistas alemãos da segunda metade do século XX produzindo em vários meios e técnicas, incluindo escultura, fluxus, happening, performance, vídeo e instalação. Influenciado pelo movimento Fluxus, e as performances e trabalhos multidisciplinares do grupo - que reuniam artes visuais, música e literatura - o artista tinha sua produção voltada para a happening e performance. Ele acreditava que a arte deveria desempenhar um papel ativo na sociedade. A mostra está em cartaz de terça a domingo, de 8h às 20h, até dia 5 de maio, no Sesc Nova Iguaçu (Rua Dom Adriano Hipólito, 10, Moquetá).






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!