Livro: Remédio Forte

Algumas vezes irreverentes, outras ácidas, as narrativas de Remédio Forte nos levam para um passeio em volta das condições e das precariedades humanas. O autor é um médico que diagnostica os problemas do mundo, apesar de não poder saná-los, mostra o corte, mas sabe que não é sua função suturá-lo.


Quando lemos os contos que integram o livro de Gláuber Soares temos a impressão de estarmos diante de um buraco de fechadura e nos colocamos a contemplar com curiosidade a vida de cada uma das pessoas, sim, pessoas, é difícil chamar de personagens esses seres que o autor evoca, esses seres frágeis que andam, que comem, que riem, que choram, que procriam, antes eles parecem muito mais com os nossos vizinhos e acabamos nos perguntando se o autor não ousou apenas mudar os nomes de alguns conhecidos e colocá-los ali, todos em cena sob seu olhar vigilante e punitivo.

A linguagem concisa, econômica faz com que nos aproximemos ainda mais dos personagens que estão à margem da vida, procurando a felicidade em lugares improváveis. Em muitos contos, temos a impressão que o autor é um sucessor de João Antonio. No entanto, o mais importante é saber que Gláuber Soares é um escritor contemporâneo que merece atenção, seu texto não só denuncia a violência e a banalidade cotidianas, mas apresenta uma literatura a se acompanhar.

Gláuber Soares nasceu em Itabuna (BA). Mora em São Paulo desde 1983. Formou-se em Jornalismo. Participou das coletâneas de contos: Abigail (2011), Dos Medos o Menor (2012) e A Arte de Enganar o Google (2013) – todas pela Terracota.



Texto: Assessoria de Imprensa



Saiba mais sobre Chandra Santos: http://bit.ly/1bifsNS 

Visite a minha lojinha virtual
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

assine nossa newsletter!