Galeria Rabieh apresentou primeira individual de Ronaldo Grossman em São Paulo

Depois de mais de uma década na Europa, onde estudou na Ar.Co em Portugal e expôs em diversas galerias e instituições, o carioca Ronaldo Grossman apresentou trabalhos inéditos em sua primeira exposição individual em São Paulo. A montagem da exposição nos 600 metros quadrados da Galeria Rabieh, que fez uma abertura expandida nos dias 30 e 31 de maio, fez com que o espectador perdesse a referência tempo-espaço. Com o título de “Meia-Noite”, a série de pinturas cria um jogo de olhar com o público, atraído pelas ilusões de ótica criadas por linhas e planos infinitos.

Para a crítica Lígia Canongia “É somente na visão do outro que ele assume formas e faz sentido. E essa relação com o outro não apenas torna o trabalho apto a se colocar fora, no mundo, como também depende disso para se realizar em plenitude, enquanto linguagem e comunicação”.

De imediato a pintura de Ronaldo Grossman pode remeter à obra concreta e a certo parentesco com a op art, por seus efeitos meramente aparentes. Entretanto, as questões que norteiam seu trabalho se diferem do comportamento e da ética desses modelos históricos.

Em suas pinturas, o artista mantém uma relação às avessas com esse passado histórico. Sem corroborar o puro formalismo ótico do concretismo ou da op art, em sua acepção mecanicista, reatualiza em parte seus modelos, mas apenas como instrumento para repensar a ordem como espaço fenomenal, e não como um simples jogo de espelho. 

Meia-Noite teve uma abertura estendida, durante os dias 30 e 31 de maio, das 11 às 17 horas na Galeria Rabieh, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva,147, Jardins.



Simone / SBS Consultoria




  • Aproveite a oferta exclusiva do Hotel Urbano para o Rock In Rio 2015!



  • Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    Pesquisar este blog

    assine nossa newsletter!