Pular para o conteúdo principal

Cultura

Conheça os indicados ao Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro

No dia 29  de junho, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) anuncia os vencedores do Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, edição 2011.  A cerimônia acontecerá no Theatro Municipal, na Cinelândia. 
Conheça os indicados
Texto: SEC
1 – Festas folclóricas:

Pastoril da Rua da Matriz (Rio de Janeiro) – Manifestação cultural da comunidade do Morro Dona Marta, em Botafogo.

Encontro de Folias de Duas Barras (Duas Barras) - Reúne cerca de 60 folias de Duas Barras e 40 Folias de Monnerat.

Festa do Divino de Paraty (Paraty) - Atribuída à Rainha Isabel, a Festa do Divino chegou ao Brasil trazida pelos colonizadores e vem acontecendo em Paraty desde o século XVIII.


2 – Design:



Karl Heinz Bergmiller (Rio de Janeiro) –É um dos mestres do racionalismo no design industrial brasileiro.

José Carlos Lippi (Teresópolis) - Discípulo de Antoine Ruhle, tem um atelier/marcenaria em Teresópolis. Entre seus trabalhos, destacam-se a decoração da Fundação Eva Klabin e a restauração dos principais camarotes do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Retina 78 (Rio de Janeiro) - Escritório de design gráfico. Seus principais projetos incluem capa de livros, CDs e DVDs, e videoclipes.

3 – Música Popular:



Escola Portátil de Música (Rio de Janeiro) - Criada por músicos de choro, em 2000, a partir da necessidade de passar adiante seus conhecimentos sobre o gênero. Hoje, são 28 professores e cerca de 800 alunos.

Orquestra Voadora- Nascida da união de músicos que se conheceram tocando nos mais diversos blocos de marchinhas do carnaval de rua do Rio, a Orquestra Voadora surgiu da vontade de continuar fazendo som durante o ano todo, sem parar após o Carnaval, tocando, então, outras variedades de estilos musicais.

Paulinho Moska – Cantor e compositor carioca, fundador dos grupos Garganta Profunda e Inimigos do Rei. Mais recentemente, criou o programa de TV “Zumbido”.

4 – Música Clássica:



David Chew (Rio de Janeiro) – Coordena o International Cello Encounter, festival de violoncelo que acontece, anualmente, nas principais salas da cena musical carioca.

PIM – Programa de Integração Musical (Vassouras) - Fundamentado na música, com o apoio institucional da UNESCO e selecionado pelo MinC como um dos Pontos de Cultura nacionais, o PIM – Programa Integração pela Música - trabalha a inclusão social e o exercício da cidadania com mais de 800 alunos.

Maestro Jony Willian Villela Viana (Campos dos Goytacazes) - Fundado em 1990, por iniciativa do Maestro Jony William Villela Vianna, o Centro Cultura Musical de Campos é um ponto de referência no aprendizado da arte musica.

5 – Empreendedorismo:



A história que eu conto – Ponto de cultura em Vila Aliança (Rio de Janeiro) - O Centro Cultural A História Que Eu Conto (CCHC) é uma organização não governamental sem finalidades lucrativas, criada a partir do “Encontro de Sonhos” de três moradores da Comunidade de Vila Aliança: Samuel Muniz (Samuca), George Cleber (Binho) e Jeferson Cora (Jê).

Casa de Artes de Paquetá (Rio de Janeiro) – É uma entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos. Uma instituição sólida, atuando, desde 1999. Seu objetivo principal é a preservação e a revitalização da Ilha de Paquetá e seu acervo cultural e natural.

Cariocas Empolgados (Rio de Janeiro) - São responsáveis pelo projeto Queremos, fundamentado na proposta de se custear todo o valor de um show pelo público interessado, no Rio de Janeiro, em dia, hora e local previamente combinados.

6 – Patrimônio Material



Casa de Stephen Zweig - Projeto Alberto Dines (Petrópolis) – A ideia de se transformar a última morada de Stefan Zeig em um museu é antiga. Mas só em 2005 um grupo de amigos e admiradores do autor austríaco se reuniu para fundar uma associação.

Mário Roitner - Instituto Art-Deco – O Instituto foi criado em 2005, com o objetivo de preservar, estudar e celebrar o estilo Art Déco no Brasil, em geral, e no Rio de Janeiro, em particular. Com especial atenção à vertente indigenista brasileira, predominantemente influenciada pela Cultura Marajoara.

Museu de Astronomia e Ciências Afins – Laboratório com exposições de módulos interativos de Astronomia e Física. É lá onde fica o Observatório Nacional.

7 – Patrimônio Imaterial:



Ciranda de Tarituba (Paraty) - Diferente da ciranda pernambucana, que é uma dança de roda, a ciranda da pequena comunidade de Tarituba é um baile composto de várias danças, inclusive uma ciranda em fila.

Mineiro Pau (Santo Antônio de Pádua) – O Mineiro Pau de Santo Antonio de Pádua, através de Mestre Nico e de seus participantes, vem dando continuidade a este legado que, através de apresentações locais e regionais, mostra danças de pares soltos envolvendo homens, adultos e crianças.

Dona Maria Ana (Mesquita) - A Folia Sete Estrelas é um dos maiores e mais emocionantes encontros de Cultura Popular do estado do Rio de Janeiro. Sua líder, Dona Maria Ana, mesmo com a saúde muito comprometida, não abre mão de estar à frente de sua Folia – em atividade há 144 anos.

8 – Teatro:



Grupo Contadores de Estórias (Paraty) - Conhecido pela qualidade do seu trabalho, o Grupo Contadores de Estórias foi fundado por Marcos e Rachel Ribas em 1971. Desde 1981 está radicado em Paraty e já encantou platéias de mais de 15 países.

Cia. Nossa Senhora do Teatro (São João de Meriti) - Fundada em 2003, a companhia é fruto da Oficina de Leitura Dramatizada realizada pela atriz Fernanda Montenegro em 2002, no SESC de São João de Meriti. Atende crianças, jovens, adultos e idosos e desenvolve oficinas de formação de professores em teatro-educação.

Pedro Brício – Autor, ator e diretor teatral, em 2010 escreveu “A comédia russa” e “Me Salve, o musical” – expoente da nova dramaturgia.

9 – Circo:



As Marias da Graça (Rio de Janeiro) - As Marias da Graça ganharam seus narizes vermelhos em julho de 1991 e resolveram formar um grupo de mulheres palhaças, algo totalmente novo no país. Em seus projetos procuram sempre diversificar os locais de apresentação - do Leme ao calçadão de Bangu.

Circo-lo de Criação – Associação Bem-Querer (Armação de Búzios) - A escola de circo de Búzios funciona há quatro anos e é uma das mais antigas oficinas da cidade. As aulas são gratuitas, realizadas através de profissionais da área, revelam um mundo novo para a comunidade. Muitos alunos nunca sequer foram ao circo.

Intrépida Trupe (Rio de Janeiro) - A Intrépida Trupe é o grupo carioca que, desde 1986, mescla seus espetáculos de circo, teatro e dança a uma estética ousada, incorporando luz, música e efeitos especiais resultando numa linguagem multimídia arrojada e pop.

10 – Dança:

Cia Membros (Macaé) - A dança política que nasce em Macaé. Um grupo de jovens oriundos de escolas do município de Macaé decidiu acreditar no seu potencial para fazer do corpo sua principal via de comunicação.

Dalal Achcar (Rio de Janeiro) - Criadora da Associação de Ballet do Rio de Janeiro, Dalal Achcar revolucionou a história do ballet no Brasil, melhorando a qualidade do ensino da dança, e esteve à frente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

João Saldanha (Rio de Janeiro)- Fundador da companhia Atelier de Coreografia, em atividade há 25 anos. Como maître, desenvolve sua linguagem corporal nas companhias de Deborah Colker, Lia Rodrigues e Carlota Portella.

11 – Registro e Memória:

Januário Garcia (Rio de Janeiro) – Nos últimos 30 anos, Januário Garcia tem documentado a vida dos brasileiros afro-descendentes, focalizando diversos aspectos de suas vidas: o social, o político, o cultural e o econômico.

Lithos (Rio de Janeiro) - Com 1700 pedras litográficas, contendo registros históricos desde o inicio do século passado, a oficina da Lithos tem hoje um dos mais importantes acervos gráficos do país.

Rádio Batuta - IMS (Rio de Janeiro) - inaugurada no final de agosto e criada pelo IMS (Instituto Moreira Salles), tem como objetivo lançar luz sobre seu acervo de mais de 100 mil fonogramas.

12 – Audiovisual:

Festival de Cinema MacacuCine (Cachoeiras de Macacu) – O Festival de Cinema une a paixão pela sétima arte à educação, promovendo sessões nas praças de Cachoeiras de Macacu, região serrana do Rio de Janeiro.

5 visões - Formação Técnica em Audiovisual (Rio de Janeiro) – O projeto tem como objetivo promover a formação técnica na área de audiovisual para jovens de baixa renda de 18 a 24 anos residentes do Estado do Rio de Janeiro, por meio de cursos gratuitos de nível técnico, voltados para as inovações do mercado de audiovisual.

Recine (Rio de Janeiro) - Festival temático que acontece na cidade do Rio de Janeiro desde 2002, o RECINE – Festival Internacional de Cinema de Arquivo – é uma parceria entre o Arquivo Nacional e a empresa Rio de Cinema Produções Culturais.

13 – Literatura:

Ler é 10 - Complexo do Alemão (Rio de Janeiro) - Vencedor do prêmio Faz Diferença - O Globo 2008.

João Paulo Cuenca (Rio de Janeiro) – Ele começou sua trajetória no Folhetim Bizarro (1999-2001), um blog de diálogos na internet. Hoje é um dos mais destacados escritores de sua geração.

Sérgio Rodrigues (Rio de Janeiro) –É editor executivo do site NoMínimo, onde assina a coluna diária A Palavra É..., sobre o “português brasileiro”, e o blog Todoprosa, o melhor sobre literatura contemporânea na internet brasileira. Sérgio Rodrigues é, ainda, escritor.


14 – Novas Mídias:

Overmundo (Rio de Janeiro) – O Overmundo é um site colaborativo voltado para a cultura brasileira e a cultura produzida por brasileiros em todo o mundo, em especial as práticas, manifestações e a produção cultural que não têm a devida expressão nos meios de comunicação tradicionais.

Jecripe (Niterói) - É o primeiro jogo para crianças com Síndrome de Down, com propostas inéditas para a indústria do entretenimento e para o tratamento de pessoas com necessidades especiais.

Festival Estética Central (Rio de Janeiro) – É um festival de vídeos de celular inovador que transgride os padrões da interação com o público-produtor. Idealização de ex-alunos do projeto OiKabum!.

15 – Artes Visuais:

Projeto Portinari (Rio de Janeiro) - O acervo do Projeto Portinari é resultado do levantamento e catalogação de quase 5.000 obras e aproximadamente 30.000 documentos relacionados a estas obras.

Waltercio Caldas (Rio de Janeiro) - Escultor, desenhista, artista gráfico, cenógrafo.

Coletivo Opavivará (Rio de Janeiro) – Coletivo carioca de artistas visuais.


16- Gastronomia:

Guia de Gastronomia de Rua, Sergio Bloch( Rio de Janeiro) – Livro publicado em 2011.

Dona Laura Góes, Pousada de Alcobaça (Correias, Petrópolis) - Proprietária e chef da Cozinha da Pousada de Alcobaça. Aos 80 anos, continua na ativa.

Felipe Bronze – Chef à frente do restaurante Oro.

17 - Moda:

OESTUDIO (Rio de Janeiro) - O coletivo OEstudio foi criado em 2001 e desde então vem construindo soluções para empresas, utilizando elementos como tecnologia, arte, design e moda.

A La Estampa – Estamparia criada em 2002. Sua missão é inspirar quem cria moda, trazendo para o mercado brasileiro o que existe de melhor em tecidos planos e malhas.

Instituto E – Foi criado por Oskar Metsavaht, da marca de roupas Osklen, como um canal para chamar a atenção às questões ambientais


18- Arquitetura:
Jorge Hue (Rio de Janeiro) - Ex-aluno de Lúcio Costa e consultor da prefeitura do Rio de Janeiro na área de restauração e preservação de bens culturais.

Escritório Bernardes + Jacobsen – O escritório está desenvolvendo atualmente mais de 60 projetos, entre sedes de empresas, escritórios e restaurantes.

Ivan Resende – Além de realizar projetos arquitetônicos, atua na área de design de produtos. Seu escritório recebeu várias premiações, como a do Museu da Casa Brasileira e do IAB.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…