Pular para o conteúdo principal

Lista com grandes filósofos da história


ANTIGUIDADE CLÁSSICA

Gregos
Sócrates (470a.C. - 399a.C.)
Platão (428 a 347 a.C.)
Aristóteles (384a.C - 322 a.C.)
Tales de Mileto (625 a.C. - 545 a.C.)
Anaximandro de Mileto (609/610 a.C. - c. 546 a.C.)
Anaxímenes de Mileto (585-528 a.C.)
Pitágoras (571/570 a.C. - 497/496 a.C.)
Xenófanes de Cólofon (aprox. 570 a.C. - 460 a.C.)
Heráclito de Éfeso (aprox. 540 a.C. - 470 a.C.)
Parmênides de Eléia (cerca de 530 a.C. - 460 a.C.)
Anaxágoras de Clazômenas (c. 500 a.C. - 428 a.C.)
Diógenes de Apolônia (viveu século V a.C.)
Protágoras de Abdera (480 a.C. - 410 a.C.)
Górgias de Leontini (480 a.C. - 375 a.C.)
Demócrito de Abdera (cerca de 460 a.C. - 370 a.C.)
Arquitas de Tarento (428 a.C. - 347 a.C.)

Helênicos
Euclides 360a.C.-295a.C.
Pirro de Elis 360a.C-275a.C.
Epicuro 341a.C-270a.C
Aristarco de Samos 310a.C(c.)-230a.C
Arquimedes 287a.C-212 a.C.
Eratóstenes 276a.C-194a.C
Plotino 205-270
Epiteto 55-135
Ptolomeu 100(c.)-178(c.)

Romanos
Cícero 106a.C-43 a.C.
Sêneca 4a.C(c.)-65
Marco Aurélio 121-180
Boécio 480-524d.c

IDADE MÉDIA
Agostinho de Hipona 354-430
João Filopono 490-580
Santo Anselmo 1033-1109
Pedro Abelardo 1033-1109
Averróis 1126-1198
Alberto Magno 1200(c.)-1280
Roger Bacon 1214-1294
Tomas de Aquino 1225-1274
Raimundo Lúlio 1232-1315
William de Ockham 1285-1350

RENASCIMENTO
Nicolau de Cusa 1401-1464
Erasmo 1469(c.)-1536
Maquiavel 1469-1527
Thomas More 1478-1535
François Rabelais 1483-1553*
Paracelso 1493-1541
Michel Eyguem de Montaigne 1533-1592
Giordano Bruno 1548-1600
Francis Bacon 1561-1626
Galileu Galilei 1564-1642
Tommaso Campanella 1568-1639
Isaac Newton 1643-1727
Giambattista Vico 1668-1744

IDADE MODERNA
Hobbes, Thomas (1588-1679)
Descartes, René (1596-1650)
Pascal, Blaise (1623-1662)
Spinoza, Baruch de (1632-1677)
Locke, John (1632-1704)
Malebranche, Nicolas (1638-1715)
Leibniz, Gottfried (1646-1716)
Vico, Giambattista (1668-1744)
Berkeley, George (1685-1753)
Montesquieu (1689-1755)
Voltaire (1694-1778)
Reid, Thomas (1710-1796)
Hume, David (1711-1776)
Rousseau, Jean-Jacques (1712-1778)
Kant, Immanuel (1724-1804)
Beccaria, Cesare (1738-1794)
Stewart, Dugald (1753-1828)
Schiller, Friedrich (1759-1805)

IDADE CONTEMPORÂNEA
Fichte, Johann Gottlieb (1762-1814)
Hegel, Georg Wilhelm Friedrich (1770-1831)
Mill, James (1773-1836)
Schelling, Friedrich (1775-1854)
Schopenhauer, Arthur (1788-1860)
Comte, Auguste (1798-1857)
Feuerbach, Ludwig (1804-1872)
Mill, John Stuart (1806-1873)
Proudhon, Pierre-Joseph (1809-1865)
Bakunin, Mikhail Aleksandrovitch (1814-1876)
Marx, Karl (1818-1883)
James, William (1842-1910)
Nietzsche, Friedrich (1844-1900)
Bergson, Henri (1859-1941)
Dewey, John (1859-1952)
Russell, Bertrand (1872-1970)
Moore, George Edward (1873-1958)
Scheler, Max (1874-1928)
Schweitzer, Albert (1875-1965)
Maritain, Jacques (1882-1973)
Jaspers, Karl (1883-1969)
LouisLavelle, Louis(1883-1951)
Bachelard, Gaston (1884-1962)
Lukács, Georg (1885-1971)
Ubaldi, Pietro (1886-1972)
Wittgenstein, Ludwig (1889-1951)
Heidegger, Martin (1889-1976)
Marcuse, Herbert (1889-1979)
Ryle, Gilbert (1900-1976)
Popper, Karl (1902-1994)
Adler, Mortimer (1902-2001)
Lonergan, Bernard (1904-1984)
Sartre, Jean-Paul (1905-1980)
Rand, Ayn (1905-1982)
Santos, Delfim (1907-1966)
Quine, Willard Van Orman (1908-2000)
Bobbio, Norberto (1909-2004)
Austin, John (1911-1960)
Camus, Albert (1913-1960)
Ricoeur, Paul (1913-2005)
Wright, Georg Henrik von (1916-2003)
Goodman, Nelson (1918-1998)
Bunge, Mário (1919)
Kuhn, Thomas (1922-1996)
Castoriadis, Cornelius (1922-1997)
Feyerabend, Paul (1924-1994)
Deleuze, Gilles (1925-1995)
Foucault, Michel (1926-1984)
Soveral, Eduardo Abranches de (1927-2003)
Baudrillard, Jean (1929-2007)
Habermas, Jürgen (1929)
Guattari, Félix (1930-1992)
Serres, Michel (1930)
Dussel, Enrique (1934)
Burge, Tyler (1946)
Carvalho, Olavo de (1947)
Lévy, Pierre (1956)
Tye, Michael (1960)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…