Pular para o conteúdo principal

Garagem - Peça encenada no estacionamento do Rio Sul

Banco Volkswagen
Apresenta

   GARAGEM  
… onde a vida se resume a uma vaga.

Texto e direção de Gustavo Paso


Um dos grandes valores deste projeto é seu ineditismo, começando pelo local da apresentação: pela primeira vez no Rio de Janeiro um Shopping cederá seu estacionamento para apresentação de um espetáculo teatral. Com um elenco de 18 atores e músicos, “GARAGEM” será encenada em um espaço reservado no estacionamento do G3 do Shopping Rio Sul e assim como Teatro, também servirá ao cinema, uma vez que a peça será filmada com 6 câmeras “ao vivo” para a edição do longa-metragem homônimo.

Transgredindo o fazer teatral o espetáculo foi escrito para ser encenado em uma garagem de verdade: “Quando escrevi o texto sabia que queria montar em uma garagem de verdade. Não me interessava ir para um teatro”, afirma Gustavo Paso, autor e diretor da peça.

“GARAGEM” tem um tratamento naturalista. Serão 8 carros entrando e saindo de cena.  Porém, com grande base simbólica. A Iluminação cênica será totalmente “fria”, dando total ênfase a este naturalismo acrescido de iluminação cênica, para exatamente desconstruir e infringir o natural para transformar no símbolo... no signo.


A peça conta historia de Juan (Gustavo Falcão), um advogado que perde tudo e se vê despejado, recém separado da esposa (Luciana Fávero) e seus dois filhos, sem lugar para morar, quando entre recibos antigos e certidões encontra acha uma escritura de uma vaga de garagem que adquiriu de uma senhora, sua vizinha, quando ainda tinha dois carros. Não pensa duas vezes. Recolhe os moveis que ficaram da mobília do quarto da empregada e se muda para lá.

Lá se depara com a vida cotidiana do condomínio: existe um momento que antecede a chegada em casa; um momento de solidão; meio inóspito e muitas vezes recheado de conflitos, dependendo de como foi o seu dia. E este momento geralmente é vivido na garagem que passa a ser o primeiro contato do mundo exterior com a nossa casa. O espaço-tempo que antecede encontros, brigas, comemorações... Sendo quando estacionamos o carro ou trancamos uma bicicleta, sempre “realizamos” a idéia de “se chegar a casa”.

O mais curioso e absurdo em “GARAGEM” é que os moradores neste estágio de aproximação do lar, como uma metáfora de um umbral às avessas, encontram o Juan, vivendo em um lugar inabitável, porém feliz.

Perseguido pelo síndico (Eduardo Tornaghi) e vivendo situações e problemas alheios que vão se desenrolando, vidas que vão se ajeitando à medida que Juan vai interferindo com seus conselhos, sua mão amiga, e o que às vezes é tão difícil de conseguir nos dias de hoje: bons ouvidos para refrear a incomunicabilidade humana.

Espetáculo em espaços, que naturalmente não recebem teatro, tem sido uma constante nos dias de hoje, e eles em sua maioria obtém uma resposta positiva do público que freqüenta teatro e, principalmente, inclui quem não tem este costume.

O espetáculo conta com a participação especial de Luis Carlos Miele.

Elenco completo: Gustavo Falcão, Luciana Fávero, Eduardo Tornaghi, Luis Carlos Miele, Nina Morena, Thalita Vaz, Thalita Lippi, Antonio Ysmael, Cecília Lage, Daí Bonfim, Dody, Eléa Mercúrio, Ericka Bayerl, Felipe Miguel, Jaime Berenguer e Letícia Lobo


Sobre o Diretor GUSTAVO PASO

Diretor, cenógrafo e dramaturgo, completou 23 anos de teatro em 2013. Ator premiado no teatro, Gustavo Paso é o que podemos chamar de Homem de Teatro.  A partir de 2000, ano em que cria os conceitos artísticos da CiaTeatro Epigenia, Paso dedica-se exclusivamente a direção de espetáculos, como encenador-dramaturgo, entre eles: “O Cemitério de Automóveis”; “Oração” (ambas no Rio de Janeiro); “Epigenia”, espetáculo de estréia que participou do Festival de Teatro de Curitiba; “Sr. Sgrooge”, protagonizado pelo ator Mauro Mendonça; “Histórias de Encantamento”, com o Grupo Hombu como companhia convidada. Em 2007 dirigiu “ARIANO”, de sua autoria, sucesso de público e crítica, sendo colocada pelo Jornal O Globo e a Revista BRAVO! como um dos Melhores espetáculos daquele ano. Em 2010 “ARIANO” voltaria numa turnê nacional “TURNE GRANDE CHICO”, patrocinada pelo Programa Petrobras BR. Programa que também contemplou a direção de Paso para “ALZIRA POWER”, de Antonio Bivar, espetáculo também contemplado com excelentes críticas e amplo sucesso em dois anos de temporadas por todo Brasil. Em 2012 estreou um dos maiores sucessos de público e crítica dos últimos anos no Rio de Janeiro: a peça policial “EM NOME DO JOGO” de Anthony Shaffer, com Marcos Caruso e Erom Cordeiro, peça figurou em 1º lugar nas Indicações da Revista Veja, Jornal O GLOBO, além de ficar em cartaz 11 meses ininterruptos no Rio de Janeiro. Hoje em cartaz em São Paulo com casas lotadas a peça que já passou por 5 capitais, entre elas Curitiba lotando dois dias no Guairão, já atingiu um público de 80 mil pessoas. Em 12 Paso estreou no Teatro NETRIO sua versão para o clássico “A MORINGA QUEBRADA”, de Kleist seguindo com sucesso de público para o Teatro Leblon e o ator Claudio Tovar como convidado especial. 

Em 2013 já realizou uma turnê de 30 apresentações do espetáculo “BODOCONGÓ”, poesia-dramática-cinematográfica pelo nordeste. Ainda este ano filma a versão para o cinema do espetáculo “GARAGEM” e encena a obra “OLEANNA”, de David Mamet com Luciana Fávero e Marcos Breda.

FICHA TECNICA
Texto e direção artística: Gustavo Paso
Figurinista: Teca Fichinski
Cenário: Teca Fichinski  e Gustavo Paso
Iluminador: Paulo Cesar Medeiros
Trilha: Bernardo Winitskowski e Gustavo Paso
Atores: Gustavo Falcão, Luciana Fávero, Eduardo Tornaghi, Luis Carlos Miele, Nina Morena, Thalita Vaz, Thalita Lippi, Antonio Ysmael, Cecília Lage, Daí Bonfim, Dody, Eléa Mercúrio, Ericka Bayerl, Felipe Miguel, Jaime Berenguer e Letícia Lobo
Assessoria de Imprensa: Alessandra Costa
Participação Especial: Luis Carlos Miele
Participação Especial em vídeo: Lucinha Lins

Serviços:
Até 06 de outubro 
80 lugares
Temporada de quarta a sábado 21h e domingo 19horas
Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$20,00 (meia entrada)
Venda de ingresso no próprio shopping – G3 todos os dias a partir das 14h e no site ingresso rápido
Gênero: Comédia Dramática
Duração: 120 minutos
Censura – 14 anos
Informações: 21 – 7419-8049

 Texto e foto: Assessoria de Imprensa


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…