Pular para o conteúdo principal

Troféu Top of Business reunirá estrelas da TV, da música e do cinema

A Revista e o Troféu TOP OF BUSINESS, responsável em homenagear artistas e empresas comprometidas com o desenvolvimento da cultura e empreendedorismo no Brasil, realizará nesta sexta-feira 13, no salão nobre do Sheraton Rio Hotel & Resort sua 18º edição, que terá sua cerimônia conduzida pela apresentadora Lucilene Caetano.


Com uma carreira cheia de prêmios, novelas, filmes e atuações magistrais, a atriz Ana Rosa é hoje um dos nomes mais importantes do cenário artístico brasileiro. Seu talento é elogiado e admirado por qualquer um que entenda realmente a arte de interpretar. Aos 71 anos, comemorando mais de 100 atuações, a atriz será uma das grandes homenageadas da noite. Oriunda de uma família de artistas, estreou aos vinte e dois anos na televisão interpretando a cigana Esmeralda na TV Tupi. Trabalhou em diversas emissoras de televisão, entre elas Rede Globo e Rede Record. Em 1997, entrou para o Guinness Book como a atriz que mais fez novelas no mundo.

Um dos principais nomes da música popular brasileira e com vários trabalhos na TV, a atriz e cantora Eliana Pittmantambém receberá homenagem. Ao longo de sua carreira gravou mais de vinte discos e muitos deles lançados em diversos países. Eliana fez shows no Brasil e no exterior e na década de 1970 emplacou vários sucessos, como Mistura de carimbó, e recebeu o título de "Rainha do Carimbó".

Outro ícone da MPB que será homenageado é o cantor Raimundo Fagner Cândido Lopes mais conhecido apenas como Fagner. Cantor, compositor, instrumentista, ator e produtor brasileiro, Fagner vem sendo incluído na lista dos maiores cantores de música latina, principalmente pela sua filiação com outros músicos latinos não-brasileiros, como Mercedes Sosa.

O troféu Top of Business homenageará também artistas consagrados e com destaque nacional como Elizângela, Tamara Taxman, Monique Lafond, Dan Stulbach, Nica Bonfim, Márcio Rosário, Marco Miranda, Solange Couto, Adriano Garib, Kadu Moliterno, Tadeu Mello, e Ícaro Silva.

Outro grande destaque da noite é o ator Agildo Ribeiro, que recebe o troféu Top of Business pelos seus 60 anos de carreira. Agildo foi o primeiro ator a interpretar João Grilo, personagem principal da peça o Auto da Compadecida de Ariano Suassuna. Humorista de enorme sucesso nos anos 1970 tanto no Brasil como em Portugal, co-estrelou diversos programas de humor da TV Globo, ao lado de Jô Soares, Paulo Silvino e Chacrinha. Nessa fase, o seu programa mais famoso foi Planeta dos Homens.

Produtor musical da Rede Record e empresário, Daniel Figueiredo também será homenageado. Daniel foi convidado para produzir as musicas das vinhetas utilizadas na Copa das confederações 2013 e na Copa do Mundo de 2014. O artista já trabalhou em discos com grandes nomes como Beth Carvalho, Cidade Negra, Edu Lobo, Falamansa, Ivete Sangalo, Jerry Adriani, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Zeca Pagodinho e artistas internacionais como: Diem  Jones, David  Cohen, John Pollard, Roman  Miroshnichenko e Steve B entre outros.

Participou de discos vencedores do Latin Grammy, como "Fruto de amor" da cantora Aline Barros "Melhor Álbum de Música Cristã" em 2004, e em 2012, "Nosso samba tá na Rua” de Beth Carvalho, "Melhor Álbum de Samba/Pagode".  Daniel é autor de mais de 40 temas de abertura para TV como "Tudo é possível", "Jornal da Record", "Programa da Tarde", "Gente Inocente" e "Planeta Xuxa" Daniel assina a produção musical de mais de 12 produtos de teledramaturgia entre novelas e minisséries da TV Record como "José do Egito", "Vidas Opostas" "A Lei e o Crime" e "Pecado Mortal".

Na categoria jornalismo social, o Troféu Top of Business homenageará a colunista do Jornal O Globo na sucursal Barra da Tijuca, Márcia Romão. Também recebem o trofeu o ator mirim JP Rufino, um dos destaques e revelação da novela Além do Horizonte, exibida na TV Globo, e a atriz mirim Bia Passos, que desde cedo já brilhava como Miss Brasil Mirim em 2009.  Bia fez a personagem Olivia na novela A Vida da Gente, da Globo e, interpretou a Manuela na novela das sete, Cheias de Charme, também na Globo. 
O Troféu Top of Business também homenageará o autor Rui Vilhena. Rui escreverá a novela das 18h que sucederá a “Meu pedacinho de chão” na Globo. O projeto corre no núcleo de Ricardo Waddington. É mais uma mostra de que Globo segue firme no propósito de investir em novos autores. Vilhena foi colaborador de Aguinaldo Silva em “Fina estampa”. O autor nascido em Moçambique, criado no Brasil e famoso em Portugal é o primeiro estrangeiro a entrar para o time de novelistas da Globo.

Top of Business tem como objetivo central reconhecer e trazer a público as melhores iniciativas de artistas e profissionais tendo como critério: talento, produtividade e, principalmente, capacidade de empreender. 

Texto: Divulgação






Cursos Online na Área de Informática
Cursos Online 24 Horas




Saiba mais sobre Chandra Santos: http://bit.ly/1bifsNS 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

A origem do Modernismo brasileiro, por chandra santos

"Abaporu": obra deu origem ao Movimento Antropofágico
Imagem: Tarsila do Amaral
As ideias surrealistas vieram para o Brasil na década de 1930 e foram absorvidas pelo movimento Modernista. A pintora Tarsila do Amaral e o escritor Ismael Nery foram os mais influenciados. Além deles, a escultora Maria Martins, o pintor pernambucano Cícero Dias, o poeta Murilo Mendes e os escritores Aníbal Machado e Mário Pedrosa também acrescentaram elementos surreais em suas obras.
A Semana de 22 foi o ápice do movimento Modernista no Brasil. Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos e Tarsila do Amaral são algumas das personalidades que estiveram presentes no evento ocorrido nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo. Considerada um marco na arte brasileira, por propor a ruptura com o passado, a Semana de 22 revolucionou a Literatura, a música, a pin…

"A Aventura Surrealista", por chandra santos

Já está à venda o livro "A Aventura Surrealista" , do ensaísta e artista plástico Sergio Lima. A obra conta a história e a influência do surrealismo na arte moderna brasileira, entre 1901 e 1920.
Quem se interessou pelo tema, pode adquirir a publicação anterior, de 1995, que aborda as vertentes formadoras do movimento surrealista. O artista pretende lançar mais duas obras: uma sobre os anos 1921-30 e outra com antologia do surrealismo no Brasil.

Imagem: Reprodução de Internet




Feliz Dia do Amigo

O Sete Artes deseja a todos um Feliz Dia do Amigo!!!!






 (Clique para ampliar)
Saiba a origem da data aqui.

Siga @chandrasantos no Twitter e retuíte frases de amizade para os seus amigos!
Imagem: Autoria Desconhecida





Curiosidades

O que são Belas Artes?
por chandra santos
Definir arte é uma tarefa complexa, que varia de acordo com as transformações culturais e o contexto histórico. Segundo o filósofo Charles S. Peirce, fundador da Semiótica, a principal função das artes é expressar os estados de consciência humana. Partindo dessa definição, terapeutas e psicólogos passaram a usá-las como parte de tratamentos. A psiquiatra brasileira Nise da Silveira fundou o "Museu de Imagens do Inconsciente" com obras feitas por seus pacientes durante a terapia ocupacional.

São consideradas Belas Artes: Arquitetura; Pintura; Escultura; Música; Literatura; Teatro e Dança; e Cinema. A divisão e o termo foram criados pelas academias de arte europeias, no século XVII, com o objetivo de separar as artes em duas classificações. Segundo artigo publicado na Wikipédia, eram consideradas, até o século XIX, como artes "superiores" as Belas Artes e como artes "inferiores' as Artes Aplicadas.

"As belas arte…

Programação/ Artes Visuais (SP)

Exposição PARAISO na Galeria André

Entre os dias 16/08 e 11/09, a Galeria André recebe a mostra PARAISO, inciando um novo ciclo do centro cultural. Participam da mostra André Crespo, Clarice Gonçalves, Eduardo Kobra, João César de Melo, Luiza Ritter, Marco Stellato, Paulo Queiróz, Rafael Resaffi e Rodrigo Cunha. A mostra tem curadoria de Sônia Skroski.
De acordo com release recebido pelo Sete Artes: "Artistas novos foram procurados com empenho, indicações, visitas aos ateliers, análise de obras, um verdadeiro garimpo. E desta procura foram selecionados 9 artistas que farão parte da exposição PARAISO. O tema abrange além do que nossa imaginação pode chegar. Os artistas vão expor obras inéditas, criadas especialmente para a mostra. A escolha dos artistas demonstra jovialidade das obras e dos artistas. O tema foi escolhido para proporcionar aos artistas uma performance peculiar e densa dentro do universo de cada um."
Conheça: texto: Assessoria de Imprensa da Galeria André
André Cresp…