A nova Barão de São Félix - Porto Maravilha

A Rua Barão de São Félix foi reinaugurada em maio. Setenta funcionários da Concessionária Porto Novo, contratada pela Prefeitura do Rio para executar obras e prestar serviços públicos nos 5 milhões de metros quadrados do Porto Maravilha, trabalharam diariamente para liberar a via reurbanizada ao tráfego. A histórica rua entre os morros da Providência e Livramento e a Central do Brasil se estende por 750 metros da Rua Camerino à Rua Senador Pompeu tomada por casarios, bares, restaurantes e hotéis.
Obras da Rua Barão de São Félix em fase final: calçadas mais elevadas, arborização e nova infraestrutura


Somadas, as novas redes de infraestrutura na Barão de São Félix atingem quase 4.000 metros - extensão da Praia do Leme até o Forte de Copacabana. As obras instalaram 1.120 metros de redes de água, o que inclui a recomposição das 121 ligações domiciliares mais 1.120 metros de redes de esgoto, também com a recomposição das ligações domiciliares. A região ganhou 593 metros de rede de drenagem. Quando for reaberta, moradores, trabalhadores e visitantes vão perceber aumento na largura das calçadas, agora mais confortáveis e com recursos de acessibilidade. As redes aéreas de energia e telecomunicações também foram rebaixadas, cada uma com 1.082 metros.

Ao fim da Barão de São Félix, o Largo do Depósito, parte do Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana, também será reaberto, criando área de convivência e abrindo à visitação o sexto ponto do circuito. Em 1779, quando o Marquês de Lavradio determinou a transferência do mercado de escravos da Praça XV para a região do Valongo, o Largo do Depósito, hoje Praça dos Estivadores, concentrava armazéns de "negociantes de grosso trato" que controlavam o negócio. A mudança introduziu uma série de novas atividades na área, como a instalação de trapiches, manufaturas e armazéns. O mercado na Rua do Valongo foi extinto oficialmente em 1831. Até hoje, a área é endereço de um comércio variado.

João Carlos Zimpel, gerente de Serviços e Obras da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), empresa gestora do Porto Maravilha, classifica a abertura da rua como marco. “As obras de drenagem têm papel muito importante. O trabalho de infraestrutura já foi concluído. Estamos agora trabalhando na construção das calçadas e pavimentação da rua, além da reurbanização do Largo do Depósito”, justifica. Antes da abertura da rua, Cdurp e Porto Novo farão campanhas entre os comerciantes e moradores para apresentar a nova dinâmica do tráfego e horários de carga e descarga.





Jader Colombino







  • Aproveite a oferta exclusiva do Hotel Urbano para o Rock In Rio 2015!



  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Seu comentário é bem-vindo! ;)

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Todos os posts

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    TOP 10

    Estudando para concurso? Compre sua apostila aqui!

    assine nossa newsletter!

    Formulário de contato

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *