Centro Cultural Banco do Brasil lança nacionalmente projeto Arte & Ciência

Numa série de sete debates mensais e gratuitos, o ciclo reúne grandes nomes das ciências e das artes no Centro Cultural Banco do Brasil

Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte

Na quarta-feira, 27 de maio, a partir das 18h30, o Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro dá início ao ciclo de debatesArte & Ciência, que também acontece no CCBB São Paulo, CCBB Brasília e CCBB Belo Horizonte. O encontro inaugural da série reúne o neurocientista Esper Cavalheiro e o músico e ensaísta José Miguel Wisnik para discutir o tema A Mente e o Poder da Música, com mediação da jornalista Nayse López.

Numa série de sete debates, sendo um encontro por mês, o Arte & Ciência acontece nos CCBBs Rio de Janeiro e São Paulo, entre maio e novembro. Já nos CCBBs Brasília e Belo Horizonte, o ciclo será apresentado entre os meses de junho e dezembro.




O Projeto

O ciclo Arte & Ciência tem por objetivo discutir a interrelação entre cultura científica e cultura humanística e artes, abordando temas estimulantes e atuais, como o papel da razão, da memória e da imaginação no mundo contemporâneo; os dilemas éticos envolvidos nas pesquisas genéticas; o poder das artes e da música para o bem-estar psicológico, as fronteiras filosóficas da física e da cosmologia. “Nossa intenção é a de estimular e atrair o público para assuntos interessantes e de ponta, reunindo um time de primeira grandeza, entre cientistas e pesquisadores, escritores, artistas plásticos e filósofos”, diz Marcelo Mendonça, Gerente Geral do CCBB Rio de Janeiro.

Além de Cavalheiro e Wisnik, estão confirmadas as presenças do neurocientista Ivan Izquierdo; dos físicos teóricos Luiz Pinguelli Rosa e Rogério Rosenfeld; da biogeneticista Mayana Zatz; do matemático Francisco Antonio Doria, parceiro de Newton da Costa; do cientista Edgard Morya, da equipe de Miguel Nicolelis; dos escritores Silviano Santiago e Antonio Cícero; das filósofas Olgária Matos e Marcia Tiburi; dos artistas plásticos Arthur Omar, Eduardo Bonito e Lívia Diniz (veja programação completa ao final do release).



Mente e Música

No primeiro debate da série, serão discutidas as últimas descobertas sobre o funcionamento da mente; a relação entre música e mente e como ela pode intensificar o “diálogo” entre os dois hemisférios cerebrais, a organização abstrata e a intuição emocional. Cada debatedor discorre sobre o tema por 40 minutos e, em seguida, responde às perguntas do mediador e da platéia.

Esper Cavalheiro é médico, é professor titular do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências, da International League Against Epilepsy, do International Bureau of Epilepsy e Vice-Presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. Foi Presidentedo CNPq e Secretário de Políticas e Programas do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Desenvolve pesquisas em Neurociências com foco nos mecanismos subjacentes aos principais distúrbios neurológicos, área em que publicou 420 artigos em periódicos especializados. Possui 23 capítulos de livros e editou 4 livros. De 2005 a 2013 atuou como Assessor da Presidência do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) onde liderou estudos de prospecção estratégica em Ciência, Tecnologia e Inovação. Desde 2010 é Presidente do Conselho Científico do Instituto APAE de São Paulo. Em 2013 assumiu a Pró-Reitoria de Planejamento da UNIFESP.

José Milguel Wisnik é livre docente em Literatura Brasileira pela USP, ensaísta e compositor. Publicou entre outras obras O Som e o Sentido (Cia. das Letras, 1989, 2ª edição 1999), Veneno Remédio – O Futebol e o Brasil (Cia. das Letras, 2008) e Machado Maxixe (PubliFolha 2008). Participou também dos livros coletivos Os Sentidos da Paixão, O Olhar, Ética, Poetas que Pensaram o Mundo (Cia. das Letras, 1987, 1988, 1992, 2005). Como compositor, lançou vários CDs autorais sendo os mais recentes Indivisível (Circus, 2011) e Ná e Zé (2015, com Ná Ozzetti). Tem músicas interpretadas por Maria Bethania, Gal Costa, Zizi Possi, Zélia Duncan, Caetano Veloso, Elza Soares, Monica Salmaso. Recebeu os prêmios: Jabuti da Câmara Brasileira do Livro, em 1978, como Revelação de Autor; o Noel Rosa como Compositor Revelação, em 1989; Música Original para Curta-Metragem do Festival de Gramado, em 1989; Melhor Música do Festival de Cinema do Ceará, pelo documentário longa-metragem Janela da Alma, em 2001, e o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte por suas produções para teatro e dança em 1991, 1993 e 1995. Foi indicado para o Grammy Latino na categoria Melhor Canção Brasileira, com Ponte Aérea, gravada por Eveline Hecker, no CD do mesmo nome.

O debate A Mente e o Poder da Música tem duração de 120 minutos e é gratuito, sendo que as senhas devem ser retiradas na bilheteria, a partir das 17h30.


PARA ROTEIRO

Evento: Arte & Ciência
Patrocínio: Banco do Brasil
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil 
Idealização/Curadoria: Beatriz Carolina Gonçalves

Debate: A Mente e o Poder da Música

Data: 27.05.2015 – Quarta-feira

Horário: 18h30 às 20h30

Debatedores: Esper Cavalheiro e José Miguel Wisnik


Local: Centro Cultural Banco do Brasil / Auditório 4º and. 
(Rua Primeiro de Março 66, Centro, tel.: (21) 3808-2020)


Classificação indicativa: 12 anos


ENTRADA FRANCA - mediante retirada de senha, distribuída com uma hora de antecedência.




PROGRAMAÇÃO DO CICLO NO CCBB RIO

De Maio a Novembro
Mediação: Nayse López

27/05
A MENTE E O PODER DA MÚSICA
Quais as últimas descobertas sobre o funcionamento da mente? Qual a relação entre música e mente e como ela pode intensificar o “diálogo” entre os dois hemisférios cerebrais, a organização abstrata e a intuição emocional?
ÉSPER CAVALHEIRO e JOSÉ MIGUEKL WISNIK

JOSÉ MIGUEKL WISNIK


24/06
MEMÓRIA E CRIATIVIDADE
Como a ciência define a memória? Como o artista, e principalmente o escritor, trabalha com ela? Até que ponto podemos aproximar memória e imaginação?
IVAN IZQUIERDO e SILVIANO SANTIAGO


29/07
A TERCEIRA CULTURA
Como as ciências, a filosofia e as artes podem se aproximar culturalmente e abrir novos caminhos do conhecimento e da sensibilidade?
LUIZ PINGUELLI ROSA e MARCIA TIBURI 


26/08
LÓGICA E ARTE
Como combinar ciência e arte, decisão e contradição? Como a lógica não-clássica (onde uma afirmação e sua negação podem ser ambas verdadeiras) lida com as decisões e como a arte pode se inspirar em tal pensamento?
FRANSCICO ANTONIO DORIA e ARTHUR OMAR


30/09
A FÍSICA NA FRONTEIRA DA FILOSOFIA 
Refletir sobre o universo e sua origem sempre foi uma preocupação da filosofia. Como está esse diálogo hoje? O que descobertas como buraco negro, matéria escura e expansão do universo sugerem ao pensamento filosófico hoje em dia? 
ROGÉRIO ROSENFELD e ANTONIO CÍCERO


28/10
A ÉTICA NOS TEMPOS DA BIOGENÉTICA
Como pensar a ética no mundo contemporâneo? Precisamos de uma bioética para enfrentar os desafios propostos pela biogenética e pela biotecnologia?
MAYANA ZATZ e OLGÁRIA MATOS


25/11
O FUTURO DO HUMANO
Como os estudos e pesquisas sobre o funcionamento cerebral podem contribuir para o bem estar humano e o que esperar para o futuro? À luz das novas tecnologias, ainda podemos falar em humanismo ou o próprio sentido do humano está se desconstruindo? Quais os caminhos da arte?
EDGARD MORYA e coletivo CASA NUVEM (Eduardo Bonito e Lívia Diniz)



Edna Araripe / Hierania Soares / 3 Na Pauta Comunicação Empresarial





  • Aproveite a oferta exclusiva do Hotel Urbano para o Rock In Rio 2015!



  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Seu comentário é bem-vindo! ;)

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Todos os posts

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    TOP 10

    Estudando para concurso? Compre sua apostila aqui!

    assine nossa newsletter!

    Formulário de contato

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *